ÀS MULHERES

 

Para mulheres-"CRIADA PARA SER AJUDADORA IDÔNEA "

 

 

 CAPÍTULO 1

 

Depois de terminar dois livros muito preciosos, “As Filhas de Sara” e “…E Deus Fez a Mulher”, comecei agora um livro chamado “Created To Be His Help Meet” que traduzindo seria “Criada Para Ser Ajudadora Idônea”.

 

Foi escrito por Debi Pearl, que está casada a mais de trinta e cinco anos com o homem por quem ela se apaixonou quando tinha treze. Ela conta que quando ambos tinham seus vinte e poucos anos, ela, sem mais nem menos, disse para ele “sabe aquele menino que você batizou no domingo? quero te dar um filho assim”. O rapaz na hora ficou perdido, andou para um lado e para outro, voltou e disse “vamos casar!” e se casaram oito dias depois… sim, oito dias!

 

Ainda estou no comecinho mas já estou adorando! Cheio de histórias, ele é bem prático e direto ao ponto. Deixo aqui um resuminho do que me chamou atenção no primeiro capítulo:

 

“Disse mais o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea” Gn 2:18

 

Você foi criada para suprir uma necessidade. Você é, por natureza, equipada em todos os sentidos para ser a ajudadora de seu marido. Você foi criada para faze-lo completo. Deus a fez assim para apoiá-lo, fazendo com que ele seja mais produtivo e eficiente no que ele resolva fazer. Em sua função, você não é parte do “conselho de diretores” com direito a voto em todas as decisões. Você não tem autoridade para decidir a agenda, mesmo achando que poderia fazer isso muito bem. Afinal, não é uma questão de você fazer as coisas melhor do que ele, é uma questão de fazer o que você foi designada para fazer.

 

“Porque o homem não foi feito da mulher, e sim a mulher, do homem. Porque também o homem não foi criado por causa da mulher, e sim a mulher, por causa do homem.” 1 Co 11:8-9

 

Você acorda toda manha pronta para fazer seu marido feliz, para servi-lo da melhor forma — para ser sua ajudadora? Quando você é uma ajudadora idônea de seu marido, você é uma ajudadora de Cristo. Quando você honra seu marido, você honra a Deus. Quando você obedece seu marido, você obedece a Deus. O nível de reverência que você mostra pelo seu marido é o mesmo nível de reverência que você mostra pelo seu Criador. Conforme servimos nossos maridos, servimos a Deus.

 

Deus criou uma mulher especialmente desenhada para ser a ajudadora de seu marido, você seria essa mulher? Seja um presente para seu marido!

 

“O que acha uma esposa acha o bem e alcançou a benevolência do SENHOR.” Pv 18:22

 

Pense em formas como você pode ser uma ajudadora para seu marido. Comece hoje.

 

Karen, noiva de meu filho Estêvão.

Via Rumo ao Alvo

 

# Tá com preguiça, não quer ler nada?

 

→ Fomos criadas para nossos maridos e não nossos maridos para nós. Fomos feitas para sermos ajudadoras!

 

“O coração alegre aformoseia o rosto..” Prov 15:13 

 

Cap 2 a 4

 

Os capítulos dois, três e quatro do livro “Created To Be His Help Meet” falam que devemos ser mulheres gratas e alegres, independente das circunstâncias. Já escrevi sobre o capítulo um, aqui.

 

É muito fácil para nós mulheres ficarmos emburradas e fazermos  “bico” quando algo não está do nosso jeito, e eu, infelizmente, aprendi isso cedo. Sou a única menina da casa, meus irmãos são muito mais velhos e ao longo dos anos meu “bico” foi sendo aperfeiçoado a cada “não” que eu recebia…

 

Mas quem aguenta uma mulher assim? Que se ofende por qualquer coisa, fecha a cara e faz questão de mostrar que está chateada, mesmo que sutilmente? 

Uma atitude para baixo e mal agradecida é uma desonra a Deus e um tormento para quem está perto.

 

“Melhor é morar no canto do eirado do que junto com a mulher rixosa na mesma casa.” Prov 27:15

 

Aqui está um pouquinho do que Debi escreveu sobre isso e que tem me animado muito:

 

“Problemas irão surgir, mas você pode vencer se você estiver disposta a abrir mão de seu orgulho. Deus está do seu lado quando você está ao lado de seu marido, mas você ficará sozinha se insistir em ficar ao lado de seus direitos.

 

Meu marido não leva o lixo para fora de casa, ele simplesmente não leva. Eu poderia ficar irritada com isso ou eu poderia aprender a gostar de levar o lixo para fora. Sou esperta, então aprendi a gostar. Mas me lembro uma época quando isso me irritaria muito, ao ponto de ficar amargurada. Eu teria feito questão de mostrar para ele como estava irritada e nosso relacionamento teria sido desgastado, tudo por causa de um saco de lixo. Que forma burra de desperdiçar nossas vidas! Eu aprendi uma boa lição sobre amargura, ela afasta todos.

 

Eu não me deleito no meu marido porque ele é um homem perfeito, ou porque ele me ama “como Cristo amou a igreja”, ou porque ele é sensível as minhas necessidades. Nem porque ele é um forte líder espiritual e sempre faz a coisa certa. Me deleito por causa das escolhas que faço todo dia.  Não me deixo controlar pelas minhas emoções, não importa o quão ofendida eu tiver direito de estar – e eu tenho motivos para ficar ofendida muitas vezes. Todo dia, eu me lembro de me ver como a mulher que Deus deu para esse homem. Essa mente me ajuda a ser exatamente isso, um presente, uma ajudadora.

 

Homens são altamente atraídos por sorrisos, isso inclui seu marido. Ele irá amar o que é amável a ele. Nunca cobre que seu homem te ame simplesmente porque ele deve, você que deve ganhar cada sorriso e cada momento juntos. Seu marido te vê como uma mulher agradecida e feliz? Ele ainda está casado com a mesma coisinha fofa que ele se casou ou você se tornou uma chata reclamona? Quem você é e o que você é está refletido no seu rosto. 

 

A prática torna perfeito. Pratique ter um coração grato e feliz. Aprenda a aproveitar a vida, perdoe, sorria! Quando você se pegar ficando irritada ou perturbada por circunstâncias, pare e ria das pequenas coisas que tiram sua paz. Conte suas bênçãos! Gratidão é como você pensa, alegria é a abundância que isso produz, ou seja, a alegria começa com um coração grato. Que a cada manhã a primeira coisa que seu marido veja seja seu rosto com um gentil sorriso, mesmo que seus olhos ainda estejam fechados.

 

O que eu posso fazer hoje que irá fazer meu marido sorrir?”

 

“O coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos.” Prov 17:22

 

Karen, noiva de meu filho Estêvão.

 

“A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derriba.” Pv 14:1

 

Os capítulos 5,6 e 7 do livro “Criada Para ser Ajudadora Idônea” falam sobre a importância da sabedoria. Nossas ações e reações são responsáveis pelo que colhemos tanto aqui na nossa vida terrena quanto na eternidade. Uma mulher sábia busca conhecimento, está sempre aprendendo, sempre aberta a mudanças e pronta a ouvir. 

 

A autora conta a história de uma mulher que está com o casamento por um fio, profundamente amargurada com seu marido porque ele deixa seus filhos assistirem qualquer programa na televisão, ela quer que seus filhos cresçam no Senhor e sabe que isso irá atrapalhar. Debi responde para ela assim:

 

 “Me escute, jovem mãe, não banque a boba. Você não sabe o quão ruim isso pode ficar. O diabo adoraria roubar a alma de seus filhos. Mas ele não irá fazer isso através da TV do seu marido, ele irá fazer isso através da sua desonra. Seus filhos poderão, sim, ter problemas na área sexual por serem expostos a certos programas. Mas acho mais fácil eles sobreviverem a isso do que a um lar destruído. Quando Deus deu Eva a Adão ele estava dando uma ajudadora, não uma consciência. Ele já tinha uma antes dela ser criada. Não estou sugerindo que você abaixe seu padrão. Na verdade, seu marido que tem que elevar os dele, mas a sua insistência e críticas tem o efeito oposto quando a intenção é produzir retidão. O ideal seria você manter seu padrão, manter sua boca fechada e manter seu homem, aí com o tempo talvez você consiga uma forma de falar com ele de forma não ofensiva.”

 

E ela diz mais, aconselhando todas as mulheres:

 

“Seu marido poderá ser egoísta, rude, grosseiro e não respeitar seus direitos. Ele pode ser cruel e esse filho de Adão pode até estar vivendo em pecado. Haverão momentos em seu casamento que você irá precisar de fé e sabedoria para acreditar que Deus é bom e justo quando mandou que você se submetesse a seu marido em tudo. A questão é, você tem temor do Senhor o suficiente para não questionar a palavra dEle?

 

“O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria,” Prov 9:10

 

Você tem duas escolhas: duvidar de Deus e dizer “eu sei que Deus não espera que eu honre esse homem, é impossível” ou você pode dizer “Deus, eu sei que sua palavra me ensina a ser uma esposa que está aqui para ajudar a realizar os desejos e sonhos de meu marido. Me faça essa mulher.” Você pode decidir viver em um constante estado de amargura ou você pode pedir a Deus por sabedoria para viver a cada dia honrando seu marido por causa do Senhor.

 

Você ficou brava com seu marido essa semana por algo que ele fez, como se atrasar, ter sido rude com você ou gritado com as crianças? Você fervilhou com raiva ou tristeza e intencionalmente evitou olhar nos olhos deles para demonstrar seu desdenho? Sim, seu marido merece. Sim, são seus direitos. Mas há alguma satisfação em sua reação punitiva? Ele agora se prostra à sua raiva e age melhor na esperança de escapar da sua condenação? Não. Ele pratica erros e você pratica amargura, vocês dois estão praticando o fim de seu casamento. Note que a ordem de Deus não depende do homem amar sua esposa como Deus amou a igreja. O que Deus falou permanece independente da bondade ou da aparente falta de bondade do seu homem.

 

Cuide com o que você pensa.

 

Ataques de raiva, depressão, mudanças de humor e medos infundados começam na mente. Eles são fruto dos seus 40.000 pensamentos diários. Por reagir da mesma forma repetidamente, você estabelece hábitos que se tornam tão fortes que você acha que você é assim. Mas isso não é verdade, você pode mudar seus hábitos:  crie uma “Lista de Gratidão” e anote todas as coisas que você é grata a Deus. Quando você começar a ficar com um espírito crítico, pare, respire fundo, e silenciosamente peça por sabedoria. Então, pense em algo da sua lista e agradeça. Isso irá remoldar um hábito e, com o tempo, a prática o tornará perfeito.

 

Pense na coisa que seu marido faz que mais te irrita. Agora diga para você mesma: “Minha atitude crítica é um pecado muito maior do que as coisas que ele faz. Eu estou deixando de lado a minha campanha contra ele sobre essas situações. É trabalho de Deus direcionar meu marido e o convencer. Eu estou confiando em Deus.”

 

O jeito de Deus funciona!

 

*Vale ressaltar que quando a autora fala sobre se submeter à seu marido em tudo, ela não está falando sobre tolerar agressão física.

 

“Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida.” Tg 1:5

 

 Karen, noiva de meu filho Estêvão.

 

# Tá com preguiça, não quer ler nada?

→ Seu marido peca? Isso não é justificativa pra você pecar também! Seja sábia :)

 

“A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derriba.” Pv 14:1

 

“Sabedoria Para Entender Seu Homem” é o título do oitavo capítulo do livro “Criada Para Ser Ajudadora Idônea”.  Nele, a autora fala que uma mulher sábia é a que aprende a se adaptar à seu marido ao invés de tentar mudá-lo para que ele seja como ela quer.

 

(Já escrevi sobre os capítulo um,  dois, três e quatro e também cinco, seis e sete, você já leu?)

 

Ela diz que nenhum homem é perfeito, se algum fosse, ele seria divino demais para precisar de nós. Deus dá mulheres imperfeitas à homens imperfeitos para que juntos se tornem algo a mais do que poderiam ser sozinhos. Se a esposa luta contra as falhas de seu marido ou busca ser dominante aonde ele não é, ambos irão fracassar. Porém, se ela o ama como ele é, e o apoia mesmo com defeitos, ambos irão crescer.

 

Para ajudar mulheres a entenderem seus maridos, o livro dividiu os homens em três tipos principais: Comandante, Visionário e Estável. A regra não é absoluta, todo homem tem um pouco dos três, mas normalmente um desses é dominante. Vou mostrar um pouquinho do que a autora disse sobre cada um:

 

Comandante

 

O “homem-comandante” é líder por natureza. Ele dá ordens, controla e parece ser autosuficiente. Ele gosta de falar sobre seus planos, ideias e projetos terminados. Ele é corajoso e está sempre a frente, disposto a arriscar e assumir a responsabilidade. Foi para isso que Deus criou esses “homens-reis”.

 

Um rei quer uma rainha, por isso um “homem-comandante” quer uma mulher leal para dividir sua fama e glória. Sem a admiração de sua esposa, suas vitórias são emudecidas. Esse tipo de homem espera que sua esposa o ajude a lembrar de afazeres e não a quer envolvida em nenhum projeto que a impeça de servi-lo.

 

Ela deve estar sempre de plantão a cada minuto do dia, seu marido quer saber aonde ela está, o que ela está fazendo e por quê.

 

Na maioria dos casamentos com homens assim, brigas acontecem, não porque o marido é cruel ou mau, mas sim porque ele não recebe a obediência, honra e respeito que espera. Se você é casada com um homem assim, nunca o envergonhe, diminua, ou ignore suas vitórias.

 

A mulher de um “homem-comandante” carrega um fardo mais pesado, mas de certa forma, sua caminhada como ajudadora é mais fácil porque nunca há a possibilidade de que ela esteja no controle e ela sempre sabe o que é esperado dela. Se a esposa for sábia e perceber os benefícios de estar sempre no carona — nunca na direção — e se ela não se ofender com o jeito agressivo ou cabeça-dura de seu marido, ela será sua rainha adorada, sempre sentada ao seu lado direito.

 

Visionário

 

O “homem-visionário” é sonhador. Gasta horas e horas discutindo sobre assuntos periféricos. Irá facilmente se mudar sem ter a menor ideia do que fará para se sustentar na nova cidade. São normalmente homens talentosos ou inventores que adoram confrontação e são estes homens que não deixam o mundo estagnar. Eles tem necessidade de se comunicar, seja com palavras, músicas, pintando ou com ações.

 

Esse tipo de homem não é confortador, nem para ele nem para os outros. Sua dama tem que aprender a engolir o choro e colocar um sorriso no rosto. Eles precisam de uma mulher que seja sábia, prudente, estável e que tenha uma visão positiva da vida. O “homem-visionário” precisa do apoio de sua esposa. Ela deve ser despreocupada, não esquentar muito a cabeça e ser cega de um olho se ela quiser aproveitar a vida.

 

Se você é casada com um homem assim, aprenda a ser flexível e aprenda como ser leal a seu marido. Ele quer alguém que o apoie com entusiasmo, não uma crítica de suas ideias. Você deve ser sua maior fã, é para seu rosto que ele olha buscando aprovação.

 

Estável

 

O “homem-estável” não toma decisões precipitadas, nem tenta dizer à pessoas o que elas devem fazer. Ele evita controvérsias,  sabe confortar e todos o buscam para apoio. Ele irá lutar altruisticamente as guerras começadas pelo “homem-visionário” e lideradas pelo “homem-comandante”. Ele irá fazer coisas sem ninguém notar.

 

Ser casada com um homem assim tem suas recompensas e suas provações. No lado bom, ele nunca colocará pressão em você e ele não espera que você seja sua servente. Você raramente se sentirá apressada, pressionada e forçada. Porém, as esposas de homens assim costumam não dar valor a isso. Muitas mulheres acreditam que o “homem-estável” é mediocre e não tem força nem autoridade, quando na verdade, estes são somente homens tranquilos que não tem uma boa esposa.

 

Você pode se chatear por ele ser devagar e não se posicionar e tomar decisões. Mas, se esse é seu marido, você deve aprender a ficar quieta e o ouvir, deixando que Deus fale com seu marido e o mova no momento certo. Aprenda a pedir conselho para ele e espere sua resposta, mesmo que isso demore dias ou semanas. A gentileza de seu marido não é uma fraqueza, é uma virtude. A hesitação de seu marido não é indecisão, é sabia precaução.

 

(capítulos 9 e 11 )

Até aqui os capítulos estavam em ordem, mas agora achei que o 9 se encaixava tão bem com o 11 que resolvi juntar os dois. Mas não esqueci do 10, logo, logo ele aparecerá por aqui.

 

 

 

“Quero, entretanto, que saibais ser Cristo o cabeça de todo homem, e o homem, o cabeça da mulher, e Deus, o cabeça de Cristo.” I Co 11:3 

 

Esses dois capítulos falam sobre as diferenças entre homens e mulheres e como a mulher deve achar sua vida na vida de seu marido. Ou seja, entender como ele é e se adaptar a ele. Como diz a autora, se a profissão de seu marido e o estilo de vida que ele escolheu faz com que você tenha que tirar leite de vacas, não reclame, entre nessa vida com tudo e vire a melhor “cowgirl” (vaqueira) que já existiu! Ordenhe suas vaquinhas com alegria!

 

Na minha cabeça, eu imagino o homem sendo criado com uma forte armadura. Essa armadura é tanto espiritual quanto física. Deus o fez resistente e deu a ele uma natureza forte, com uma dose extra de testosterona para que ele trabalhasse duro e conquistasse tudo que visse pela frente. Aí eu imagino Deus deliberadamente criando a mulher sem essa armadura, porque a intenção dele é que ela se protegesse na armadura de seu homem. Ele foi feito para ser sua cobertura, seu escudo e sua proteção. Homens foram criados para conquistar, mulheres para apoiar. 

 

“Tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar.” Gn 2:15

 

Deus não criou Adão e Eva na mesma hora e falou para eles entrarem em um acordo sobre como cada um deveria alcançar seus objetivos pessoais de forma coorporativa. Adão começou seu trabalho na terra antes de Eva ser criada para ser sua ajudadora. Deus o criou  lhe deu uma ocupação, comandos e afazeres específicos.  Adão não precisava do consentimento de Eva. Deus deu ela para Adão para ser sua ajudadora, não sua sócia. Ela foi feita para servir, não para ser servida, para apoiar, não para vetar suas decisões.

 

“Porque o homem não foi feito da mulher, e sim a mulher, do homem. Porque também o homem não foi criado por causa da mulher, e sim a mulher, por causa do homem.” I Co 11:8-9

 

Porém, a mulher virtuosa NÃO é tímida e muda. Ela é confiante, trabalha duro e é criativa. Sua primeira virtude é que o coração de seu marido está seguro com ela. Isso quer dizer que ele pode confiar nela com seus pensamentos e sentimentos, nunca temendo que ela use o que ela sabe contra ele. Uma mulher alegre, preparando comidas saudáveis e cortando a grama do quintal de casa para que seu marido possa ir pescar no sábado está oferecendo a ele um benefício espiritual. 

 

Deus não está procurando mulheres felizes para serem ajudadoras idôneas de homens bons. Ele está procurando mulheres dispostas a serem verdadeiras ajudadoras para os homens com quem elas casaram. A vida é cheia de escolhas, suas atitudes podem levantar seu marido ou derrubá-lo.  Adão, o primeiro homem, Sansão, o homem mais forte, Salomão, o homem mais sábio e até Davi, homem segundo o coração de Deus, foram todos derrubados por causa de mulheres que eles amaram. 

 

Seu marido é da forma que Deus quis que ele fosse e que você é a ajudadora que se encaixa perfeitamente à ele. Ore para que Deus te de graça para compartilhar os sonhos de seu marido para que seja você que esteja nos sonhos dele todas as noites. 

 

Quais hábitos você poderia mudar para se adaptar as necessidades de seu marido? Comece hoje.

 

→ Homens e mulheres são diferentes, nossa função é somente ajudar, façamos isso de todo o coração.

 

Livro: “Criada Para Ser Ajudadora Idônea” (capítulo 10)

 

“Suas Reações Te Definem” é o título do décimo capítulo do livro Criada Para Ser Ajudadora Idônea. Fiz uma leve baguncinha nos resumos e juntei os capítulos 9 e 11  porque achei que combinavam… e porque o assunto do capítulo 10 merece um resumo exclusivo. Pelos menos para mim ele é importante, é uma das coisas que mais tropeço e preciso estar sempre atenta.

 

 “O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que está cheio o coração.” Lc 6:45

É fato: nós somos o que pensamos!  Se pensamos e repensamos que somos coitadinhas injustiçadas, qualquer coisa que falarem conosco veremos como um ataque. Se pensamos e repensamos que fazemos as coisas melhores que os outros, desprezaremos qualquer comentário ou opinião diferente das nossas.

 

Logo que me converti, Deus me mostrou que eu não podia deixar meus pensamentos correrem soltos e para me policiar criei uma “checklist” baseada em:

 

“Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.” Fp 4:8

 

Sempre que lembrava, eu ia para minha lista para ver se o pensamento que eu estava tendo naquela hora poderia ser alimentado ou não. Para minha frustração, eu sempre perdia no primeiro item da lista… era algo mais ou menos assim:

 

 

Meu checklist baseado em Filipenses 4:8

Bem, chega de falar de mim, eis  um pouquinho do que o lí:

 

 Reações não são ações premeditadas, fluindo das nossas melhores intenções, cuidadosamente pensadas e pesadas. Elas são respostas emocionais, que explodem como cavalos selvagens quando nos sentimos machucadas, traídas, usadas ou incompreendidas. Elas normalmente são retaliativas, as vezes condenativas, confrontativas e muitas vezes vingativas e punitivas. 

 

 Suas reações fogem das suas inibições sociais e manifestam quem você realmente é por dentro. A forma como você pensa todo dia determina como você se sente e irá determinar como você irá reagir em situações de stress. Quando sob pressão, você não pode controlar o que você diz porque você irá falar da abundância do seu coração — dos 40.000 pensamentos que você teve aquele dia e todos os dias anteriores.

 

Você é o que você pensa e Deus te fala como pensar: Pense a verdade. Deus te fala como pensar sobre sua função como esposa e ajudadora idonea. Se você crer nele, você irá pensar diferentemente. Isso não é o poder do pensamento positivo; é o poder da verdade como Deus a define. Você será transformada pela renovação da sua mente, não pela sua força de vontade para segurar sua língua. 

 

“E não vos conformeis com este século, mas transformai- vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:2

 

 Na teoria, você já sabe que a mulher não foi criada para escolher a vocação de seu marido, nem para escolher a forma de vida dele ou dela, ela foi criada para ser ajudadora. Mas vale refletir:

 

1. Você tem temor do Senhor o suficiente para não questionar sua palavra?

 

2. Você algumas vezes sente como se Deus estivesse exigindo demais falando para você obedecer seu marido?

 

3. Você da desculpas a Deus como “meu marido é mau” ou “eu tenho personalidade forte e ele é frouxo”

 

4. Como você responderia se Deus te desse direções de como falar, quando não falar, como se vestir ou até como arrumar seu cabelo?

 

5. Você se sente confortável ignorando versículos da Bíblia sobre o papel da mulher dizendo que vivemos em outra cultura?

 

6. Quando Deus diz para reverenciar e admirar seu marido, você acha que ele está pedindo demais?

 

7. Você diz “Se Deus diz, ou ao menos sugere, é isso que farei”?

 

 

Livro: "Criada Para Ser Ajudadora Idônea" (capítulo 13)

posted in Esposa, Família on February 7, 2014 by K

 

Nós mulheres temos mentes como discos arranhados. Nós pegamos as falhas de nossos maridos e repetimos, repetimos, repetimos elas em nossos pensamentos: "como ele é insensível.. como ele é insensível... como ele é insensível...". Nós deixamos as menores ofensas crescerem dentro de nós até esses pensamentos virarem amargura. Ele esquece de dar comida para o cachorro três vezes seguidas. Nós iremos olhar para o pote do cachorro vazio e deduziremos que ele teve as piores intenções do mundo ao fazer isso. Ele nos deixará dez minutos esperando no carro e nós iremos acreditar que sua falta de consideração é somente a pontinha do iceberg gelado que é seu coração. Como somos cristãs e as crianças estão vendo, nós não vamos gritar nem dar escandalo; nós apenas o tratamos com frieza e silêncio. Afinal, ele tem que saber o quanto nos machucou e a melhor forma de retaliar é machucá-lo de volta privando-o do que ele mais precisa -  honra, amor e respeito. 

Mas a palavra nos ensina outra coisa...

"...e a esposa respeite ao marido." Ef 5:33

Uma mulher sábia entende que não é com base na performance de seu marido que ele deve ser honrado.

No capítulo 13 do livro Criada Para Ser Ajudadora Idônea a autora conta a história de Judy, uma mulher que começou a ter problemas com seu marido logo no começo de seu casamento. Ela conta que ele ia para clubes de strip tease e saia com prostitutas. Ele se arrependia e confessava mas logo depois voltava a aprontar. Ela quis se separar dizendo que era impossível viver com um homem assim. Porém, Deus encheu seu coração de amor por seu marido e ela entendeu que era da vontade de Deus que ela continuasse com ele. Para honrá-lo, um dia ela levou seu filho para o estacionamento do trabalho de seu marido e na hora que todos saíram para  suas casas, eles levantaram um cartaz que dizia "Papai Número 1" de forma que todos vissem o quanto o amavam. A autora comenta:

Ela não fez isso porque seu marido é um representante perfeito de Cristo e nenhuma de nós honestamente acha que o marido de Judy merecia ser honrado, ou se quer amado. Ele é um verme de primeira classe e merece dormir sozinho debaixo da ponte. Mas quando é humanamente ridículo obedecer a um homem assim e esse homem dá todos os motivos para não ser respeitado, só sobra uma coisa - Deus. Ela estava honrando Deus ao honrar seu marido. Esse marido sem-vergonha é o recebedor da honra dada a Deus.   

A obediência dela a Deus e a sua disposição em andar a segunda milha, não deixam que os pecados de seu marido afetem seu filho. Seu amor e perdão estão cobrindo uma multidão de pecados. O pequeno garoto honra seu pai porque sua mãe faz isso. Um dia esse menino será um homem. Quando ele crescer, ele descobrirá que seu pai tem falhas e aprenderá a perdoá-las assim como sua mãe fez. Quando ele finalmente puder ver tudo que aconteceu, ele saberá que sua mãe é uma das melhores mulheres da terra, porque honrou seu pai mesmo quando não havia nada nele digno de honra. 

Se a atitude dela nunca for recompensada com um novo nascimento em seu marido, sua dedicação não terá sido em vão. Algo eterno está ocorrendo dentro dela, a graça de Deus que está sendo trabalhada no coração dela a está tornando uma noiva perfeita para Cristo. 

Lembre-se que seu casamento aqui na terra está te preparando para seu casamento com Cristo. E se você está pensando "mas se casar com Cristo seria fácil" então você não conhece sua bíblia. E se seu marido mandasse você oferecer seu filho em um altar como sacrifício? Foi isso que Deus pediu a Abrãao. 

Acredite em Deus e pense o melhor de seu marido. A diferença entre um bom casamento e um casamento ruim não está em bons maridos e esposas e maridos e esposas ruins pois todos os casamentos são feitos de dois pecadores cheios de falhas. Um bom casamento é bom porque um ou os dois aprenderam a relevar as falhas do outro, aprenderam a amar o outro como ele é sem tentar mudá-lo ou traze-lo ao arrependimento. 

"A discrição do homem o torna longânimo, e sua glória é perdoar as injúrias." Pv 19:11

 

 

 

# Tá com preguiça, não quer ler nada?

→ Não devemos honrar nossos maridos com base em erros ou acertos. Devemos honrá-lo por que assim honramos a Deus.

 

 

# Tá com preguiça, não quer ler nada?

→ Você é o que você pensa, pense nas verdades de Deus. Seja sábia! :)



 

Please reload

REVISÃO, UMA PROPOSTA

1/3
Please reload

© Discípulos em Rio Preto / Todos os direitos reservados

LINKS

CONTATOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus

Diego Martinez

E-mail: diegoumperez@hotmail.com

Carlos Ferreira

E-mail: carlosescrit@hotmail.com

Ricardo Rodrigues

E-mail: ricardo3lll@hotmail.com